Certificações:

Anbima: CPA-10, CPA-20, CEA          ANCORD: AAI             Planejar: CFP

Imposto de Renda em Ações, como funciona?

Você investe em ações? ou está estudando para Certificação financeira?


O mercado de renda variável é um mercado muito extenso e hoje vamos abordar como é o tratamento no pagamento do Imposto de Renda deste mercado.


O primeiro aprendizado é o entendimento da "responsabilidade pelo pagamento" do imposto, vamos pensar, quando você compra uma ação, você se torna acionista e sócio (proprietário) de uma parte desta empresa que você acabou de comprar. Vamos usar um exemplo da vida real, quando você se torna empresário, quem deve pagar o imposto da sua empresa? Isso, você mesmo e no mundo das ações não é diferente. Se você é sócio (dono de uma ação) você que é responsável pelo pagamento do imposto de renda sobre o lucro (diferença entre venda/alienação - Preço de compra).


Entendendo a responsabilidade pelo pagamento, conseguimos avançar para a próxima etapa que é "QUANDO" será realizado o pagamento do Imposto de renda, por regra o pagamento é realizado pelo acionista no "Até o ultimo dia útil do mês subsequente a realização do Lucro", então se você lucrou R$ 30.000,00 no mês de Dezembro, você terá que pagar o imposto sobre este lucro até o "Último dia útil do mês de Janeiro".


Sabe o que acontece a cada venda das sua ações? É cobrado IMPOSTO RETIDO NA FONTE, mais conhecido como dedo duro, é uma maneira da receita poder acompanhar quem realizou negociação com ações e quem deve deve realizar o pagamento. Uma observação esse acompanhamento é realizado pelo seu CPF e a maneira da Receita Federal descobrir é através da nota de corretagem que sua corretora realiza. Importante ter isso bem entendido, o IMPOSTO RETIDO NA FONTE é liquido (Descontado) das despesas da operação (Corretagem, Emolumentos e Imposto ISS).


Agora vamos entender como funciona a cobrança do Imposto de Renda na prática e para isso criei uma tabela resumo para que você compreenda como funciona:


O investidor que negociar (Vender) até R$ 20.000,00 por mês possui Isenção do pagamento de Imposto de Renda (Por Lei), mesmo que você possua uma carteira com R$ 10.000.000,00, e você venda somente R$ 20.000,00 no mês, você estará isento do pagamento do Imposto de Renda.


Uma outra regra bem interesse no mercado de ações é "Compensação de Perdas", a receita só pode cobrar imposto de renda, caso você tenha aumentado seu patrimônio, caso não haja ganho de capital, a receita federal não pode cobrar Imposto de renda, e isso ajuda a compensar a perdas anteriores com lucros atuais ou futuros. Então, a cada novo mês você só irá pagar imposto caso seu patrimônio aumente.


Ex: Investidor teve prejuízo de R$ 10.000,00 no mês anterior, porém neste mês ele ganhou R$ 10.000,00, este investidor está isento do pagamento do imposto de renda.


Agora chegamos ao fim, falamos sobre as principais regras do pagamento do imposto de renda no mercado de ações.


Vamos com tudooooooooo, rumo a sua aprovação


Um abraço

Prof Fernando Gaspar



4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Lead Invest Educação Financeira Ltda

Rua Senador Feijo, 686 - Loja 218

Vila Mathias - Santos - SP

Ligue

T: 13 99745-3751

    13 99157-8085

    13 97417-7790

© 2018 by Lead Invest

Lead Invest - Todos os direitos reservados

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon